Passar para o Conteúdo Principal Top
Hoje
Máx C
Mín C

Intervenção no Rio Cértima

P1030141 1 1024 2500
18 Novembro 2019

Continua a decorrer a obra de intervenção no Rio Cértima, intervenção essa que será efetuada numa extensão total de 9.3km.

O troço do rio Cértima, nos concelhos de Águeda e Oliveira do Bairro, é uma artéria fluvial estruturante dos ecossistemas ribeirinhos desta zona, da própria lagoa da Pateira de Fermentelos e da paisagem. Atravessa campos agrícolas, nomeadamente, com arrozais, tendo revelado diversas perturbações, que se têm vindo a agravar nos últimos anos, as quais estão a ser determinantes na degradação da qualidade ecológica deste ecossistema ribeirinho classificado. Neste contexto, devido à ocorrência de vários episódios de contaminação da linha de água que, aliados à existência de problemas de obstrução do canal principal, de sedimentação e à diminuição do caudal da linha de água por captações agrícolas, tornou-se necessária a realização de um projeto de intervenção de reabilitação e valorização ecológica do Rio Cértima nos concelhos de Águeda e Oliveira do Bairro.

Os trabalhos já em curso serão desenvolvidos em 3 etapas principais que, pela urgência da intervenção poderão mesmo decorrer em simultâneo:

Etapa 1 – Corte, Limpeza e Conservação da Vegetação, que inclui o corte seletivo e poda de formação (árvores e arbustos existentes), o corte fitossanitário de vegetação autóctone, a contenção e limpeza da arbustiva espontânea Silva (Rubus spp.), o corte e contenção de espécies exóticas e/ou invasoras (lenhosas e aquáticas). Ocorre ainda a consolidação dos trabalhos executados através da poda de formação de todos os elementos arbóreos e arbustivos e corte seletivo de vegetação espontânea e contenção de invasoras.

Etapa 2 – Consolidação e Renaturalização das Margens e Melhoria de Habitats Ripícolas

Etapa 3 – Reperfilamento do leito e taludes marginais. Estas duas etapas compreendem o recurso a soluções técnicas de engenharia natural, por exemplo através de plantação e retancha de espécies autóctones (p.ex. com plantação de estacaria viva). Neste âmbito, outro aspeto a salientar diz respeito à remoção e reutilização de material em obra (Técnicas de engenharia natural) com a aplicação em faxinas, entrançados, enrocamento vivo, entre outras. A par são ainda removidos diversos obstáculos (p.ex. árvores caídas) e resíduos (p.ex. resíduos domésticos) que se encontram a obstruir o curso natural do rio.

O Município vai ainda agendar, em parceria com as demais entidades, um conjunto de ações de sensibilização e informação acerca do rio, abordando questões objetivas da sua conservação e valorização, atuais e futuras. Para breve está agendada a primeira destas ações, que decorrerá no Centro Cívico de Barrô, dia 22 de novembro e conforme programa a divulgar em breve. Esta ação, direcionada para toda a comunidade surge numa altura em que, segundo Jorge Almeida, edil Aguedense “ É fundamental que todos continuem comprometidos com esta causa, que estejam e continuem mobilizados para acompanhar os trabalhos, mas também de futuro, continuarem a colaborar na sua valorização e salvaguarda.” Acrescenta ainda, “não só no rio Cértima, mas nos demais rios e lagoa do nosso concelho!”.

Sobre os trabalhos em curso, referiu: “Estamos a trabalhar para conseguir reabilitar o Rio Cértima, os trabalhos desenvolvidos até esta fase são já muito visíveis mas há ainda muito trabalho pela frente.” Acrescentou: “As sinergias geradas em prol da resolução deste problema foram essenciais, e estou certo que no final dos trabalhos todos iremos ficar bastante satisfeitos com o resultado alcançado.”