Passar para o Conteúdo Principal
Hoje
Máx C
Facebook
AguedaTv
Share
RSS

Canil Municipal

Um animal de companhia - prazeres e responsabilidades

Os prazeres e os benefícios de ter um animal de companhia são muitos e bem conhecidos - um animal de companhia proporciona companheirismo, divertimento, incentivo à prática de exercício físico, além de se converter no centro das afeições de toda a família.

No entanto, como acontece com muitas das coisas que fazemos na vida, ter um animal de companhia pode afetar o nosso relacionamento com os vizinhos e o meio ambiente.
Por isso mesmo é importante que todos os donos de animais de companhia ou famílias que os possuam, sobretudo quem adquirir um pela primeira vez, tenham a noção exata das responsabilidades envolvidas, quer em relação às outras pessoas, quer ao próprio animal.

 

Adotar um animal - responsabilidades

Adotar um animal, para além das alegrias e benefícios que podem parecer claros a todos os amantes de cães, implica aceitar determinadas responsabilidades e nomeadamente adaptar a sua vida às necessidades deste novo membro da família:

Tempo:para o passear, para o alimentar, para a sua higiene e, principalmente, para lhe dar toda a atenção de que ele necessita.
Espaço:dentro de casa o espaço que lhe é destinado depende do seu porte. O cão precisa ainda do seu canto, que cedo é assumido como local de repouso e refúgio. Precisa ainda de um espaço de recreio.
Dinheiro:apesar de não ser muito significativo, é necessário lembrar o fator económico - alimentação, Médico Veterinário...
Férias:é fundamental pensar antecipadamente na solução para esta situação que vai, mais tarde ou mais cedo, surgir.

A Câmara Municipal de Águeda doará os animais alojados no Canil Municipal, capturados na via pública e não reclamados, mediante a apresentação, pelo futuro dono ou detentor, de termo de responsabilidade, nos termos da legislação aplicável. Os interessados na adoção de animais deverão informar-se junto da Câmara Municipal da existência de animais disponíveis para o efeito.

A lei e o seu animal de companhia

Algumas das obrigações inerentes à posse de um animal de companhia são de tal maneira fundamentais numa sociedade civilizada, que foram codificadas na lei:

- É obrigatório o uso por todos os cães de coleira ou peitoral nos quais esteja fixada a chapa metálica de licenciamento quando devida e uma outra chapa com o nome e morada do dono e o número de registo na Junta de Freguesia.
- Os detentores ou proprietários de cães são obrigados a promover o seu registo e licenciamento na Junta de Freguesia da área onde seja o domicílio.
- São proibidas todas as formas de violência contra animais. É também proibido por lei abandonar intencionalmente animais na via pública.
- Na qualidade de dono de um cão, cumpre-lhe obedecer aos regulamentos locais que dizem respeito a assuntos como, por exemplo, a sujidade dos passeios.
- O dono de um cão que dê origem a um acidente ou provoque danos graves de outro tipo, pode ser responsabilizado pelo pagamento desses danos à pessoa que sofreu o acidente ou ao proprietário dos bens danificados.

A saúde e bem-estar do seu animal de companhia

Como dono de um animal de companhia tem o dever de garantir que o seu animal não contraia, nem pegue, doenças a outros animais de companhia e até, ocasionalmente, a seres humanos. Sendo assim, é absolutamente essencial fazer as desinfestações de rotina e um programa correto de vacinação.

Calendário de vacinação

Período Normal de Vacinação:
De 1 de março a 31 de maio, todas as quinta-feiras, às 18:00, no Canil Municipal, na Alagoa (Armazéns Municipais)

Período Extraordinário de Vacinação:
De 1 de junho a 28/29 de fevereiro, todas as quinta-feiras, às 18:00, no Canil Municipal, na Alagoa (Armazéns Municipais)