Passar para o Conteúdo Principal Top
Hoje
Máx C
Mín C

PRU

 

 
Programa de acção para a valorização integrada da Cidade de Águeda

Projectos

Os projectos mobilizadores do Programa de acção para a valorização integrada da Cidade de Águeda têm componentes materiais e imateriais que se interligam e complementam, pelo que a sua concretização será efectuada de modo transversal.
 
 
 
 

Clique nos projectos abaixo para saber mais sobre eles. Mais informação visite o Site:

http://www.cm-agueda.pt/pru

 

  • P1. Centro urbano do futuro – desenvolvimento de novos modelos construtivos

    Conscientes da necessidade de inovar, de adequar os espaços da cidade a novas necessidades das populações locais, criou-se este projecto ‘Centro Urbano do Futuro’ que visa financiar o desenvolvimento de novos modelos construtivos para aplicação em diferentes espaços da cidade, criando soluções à medida para funções urbanas pré-identificadas e relacionadas com grupos alvo específicos (ex. Idosos).

    O Município de Águeda, com diversos projectos em desenvolvimento na área da construção sustentável e tendo já delimitado uma área prioritária de reabilitação do património construído, pretende potenciar o conhecimento e a investigação produzida na área da construção do futuro, desenvolvendo um caderno de encargos inovador, definido em parceria com as empresas da Região e que possa ser aplicado na construção e recuperação de imóveis do centro da cidade (posteriormente haverá um aumento na escala de aplicação). Este caderno de encargos deve identificar problemas tipo e soluções tipo, baseadas nos mais recentes paradigmas construtivos.

    A aplicação destes novos modelos construtivos será da responsabilidade de todos os intervenientes no centro da Cidade de Águeda, sendo de realçar que, paralelamente ao sistema de incentivos já existente nesta área para a recuperação de imóveis, a aplicação do ‘Centro Urbano do Futuro’ na recuperação dos imóveis trará uma majoração para os promotores.

    Dados relativos a este projecto:
    Parceiros:
    - Câmara Municipal de Águeda
    - ABIMOTA
    - AEA - Associação empresarial de Águeda
    - Tecido empresarial do Concelho

    ver novidades sobre o projecto »

  • P2. Modernização tecnológica do Centro – Centro online

    Este programa tem como objectivo a melhoria da competitividade económica dos sectores do comércio e serviços na “Baixa de Águeda”, tendo por meta a construção de uma ”baixa” digital que, apoiando a integração social, reúna a comunidade através do acesso público e universal ao comércio. Pretende-se criar competências regionais aplicadas que criem valor económico para a Cidade, aumentem a qualidade de vida dos seus cidadãos e promovam a competitividade das suas empresas e o seu desenvolvimento sustentado.
    O presente projecto subdivide-se em duas intervenções, ambas com o intuito de dotar o Centro de Águeda ao nível das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC). Como objectivos comuns, refere-se:
    - Fortalecer a economia local através da abertura de novas oportunidades e de novos
       mercados;
    - A generalização segura do comércio electrónico;
    - Estimular o empreendedorismo local;
    - Gerar emprego;
    - Criação de um espaço de qualidade de suporte à economia local.

     

     

    Estes projectos têm repercussões directas na valorização dos espaços urbanos com ponto de vista da imagem e qualidade das empresas e no desenvolvimento da base económica local uma vez que aposta na inovação e nas TIC para alavancar um sector empresarial.

    Parceiros:
    Com uma vertente forte de TIC e Marketing, este projecto depende do envolvimento e responsabilização dos empresários locais, representados pela ACOAG, o que o torna uma peça chave deste Programa.
     

    O Projecto P2.”Programa para a Modernização tecnológica do Centro”, pressupõe para sua concretização a implementação de dois subprojectos:
    - P2.01 Rede WI-FI no Centro de Águeda
    - P2.02 Programa de marketing para o tecido comercial do Centro e desenvolvimento do centro
       comercial virtual

    O Projecto P2.01 Rede WI-FI no Centro de Águeda visa criar uma rede sem fios oferecendo vantagens competitivas atraentes para a cidade, nomeadamente: novos serviços aos munícipes, melhoria nos serviços de turismo, facilitação da comunicação entre os colaboradores municipais e outros organismos da cidade, fomento do desenvolvimento económico, entre outros



     

    ver novidades sobre o projecto »

  • P3. Projecto Integrado da ESTGA

    Fruto do sucesso do seu modelo de ensino, adaptado às necessidades locais e com um forte entrosamento com o tecido económico local, a ESTGA assume um novo desafio de qualificação espacial e de valorização do seu potencial enquanto elemento agregador de múltiplas culturas. A ESTGA assume-se como um agente dinâmico e um catalisador privilegiado de conhecimento que serve prioritariamente o desenvolvimento económico e social da Cidade e do Concelho.
    Como tal importa:
    - Requalificar o edifício da ESTGA;
    - Melhorar o papel da ESTGA na dinamização sociocultural e da imagem urbana;
    - Capacitar a programação e a valorização da intermulticulturalidade de que pode ser palco.

    Este é um desígnio a atingir pela intervenção nos espaços funcionais do Campus da ESTGA.:
    - Demolição do edifício da antiga fábrica Cerâmica do Outeiro;
    - Construção de um muro de suporte para suster a encosta contígua ao edifício a demolir;
    - Reparação e pintura dos muros exteriores e portões de acesso;
    - Arranjos exteriores da zona contígua à Rua José Sucena e à Rua Comandante Pinho Freitas,
       envolvendo pavimentações e ajardinamento.

    Parceiros:
    - Universidade de Aveiro – Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda ABIMOTA
     




    ver novidades sobre o projecto »

  • P4. Incubadora Cultural de Águeda e Movimentos de Arte, Recreio e Cultura de Águeda

    A criação de uma Incubadora Cultural justifica-se assim pela necessidade de criar vantagens competitivas para as pessoas ou as micro e pequenas empresas que apostem nestes sectores estratégicos, satisfazendo as necessidades de apoio logístico e legal, consultadoria, formação, marketing, e acesso ao capital necessário ao seu desenvolvimento.

    Pretende-se com este projecto criar um espaço destinado a alojar artistas das mais diversas áreas, de forma gratuita (teatro, cinema, cultura, escultura), com vista à troca de experiências e à divulgação das mais diversas formas de arte. O espaço será composto por dormitórios, salas de formação e aprendizagem, salas de espectáculos de várias dimensões, salas de gravação e ateliers de expressão e artes. A casa do Parque Alta Vila é o local para este novo equipamento urbano, recuperando as instalações existentes, e dando uma nova vivência às mesmas e ajudando a requalificar o Parque.

    O projecto contempla:
    - Reconversão da casa do Parque Alta Vila para a sua transformação num “espaço de cultura”.
    - Definição do Programa Funcional - Criação de um espaço de validação para ideias de negócio,
       que garanta o apoio logístico e o enquadramento legal necessários ao exercício das
       actividades em causa, por um período limitado de tempo, sem necessidade das formalidades
       burocráticas inerentes à criação formal de uma nova empresa. Fomentar a criação de redes
       de cooperação com instituições de I&D, a constituição de empresas com reforçada
       probabilidade de sucesso, apoiadas em unidades de valorização, inovação e portadoras de
       serviços especializados.

    Parceiros:
    - Câmara Municipal de Águeda,
    - Associações culturais do Concelho





    ver novidades sobre o projecto »

  • P5. Requalificação e Vitalização da Sala de Espectáculos do Orfeão - Teatro de Bolso


    A actividade do Orfeão de Águeda movimenta-se através do seu Grupo Coral e do Grupo de Teatro, e têm-se destacado em diversas realizações e participações culturais, nomeadamente em encontros de coros efectuados no país. A requalificação e revitalização da sua Sala de Espectáculos justifica-se pela necessidade de requalificar e potencializar aquele que é um espaço âncora no desenvolvimento cultural de Águeda. A actual sala tem cerca de 80 lugares sentados e um vasto calendário anual de espectáculos.

    A relevância do ponto de vista cultural, a sua localização central, e o seu papel de dinamização da componente sociocultural local tornam este projecto num dos elementos chave para a regeneração da Cidade de Águeda.

    Pretende-se:
    - Requalificar a Sala de Espectáculos, respeitando a estrutura do edifício, e transformando-a
       num espaço munido das condições necessárias e adequado às novas exigências de
       segurança.
    - Definir um Programa Funcional, que permitirá atribuir ao edifício um programa funcional
       diversificado que o dinamize e dignifique. Propõe-se a celebração de protocolos com agentes
       locais para construção de um calendário de eventos na Sala de Espectáculos requalificada.

    Parceiros:
    - Orfeão de Águeda.





    ver novidades sobre o projecto »

  • P6. Programa de Beneficiação dos serviços da Santa Casa da Misericórdia de Águeda - Espaço
    sénior

    Os objectivos de base deste projecto são aumentar e melhorar a capacidade de resposta e o desenvolvimento de espaços pensados exclusivamente para servir a população com necessidades especiais, em particular a população idosa.

    A Santa Casa da Misericórdia, nomeadamente os espaços de apoio à população sénior têm vindo a ser alvo de beneficiações para responderem a elevados padrões de segurança e qualidade dos serviços prestados (lar, centro de dia e apoio domiciliário). Sendo a população do centro da cidade progressivamente mais idosa e sendo fundamental a manutenção da proximidade desta população com o movimento da cidade, este é um projecto estruturante da estratégia preconizada.

    A Santa Casa da Misericórdia de Águeda, aproveitando a dinâmica gerada pelas obras de reformulação do Lar Conde de Sucena, e a possibilidade de integrar o Programa de Parcerias para a Regeneração Urbana, procedeu à reformulação do projecto inicial, estudou estratégias e apresenta projectos de iniciativas que visam abrir novas portas à comunidade local e promover a intervenção activa dos seus Utentes na “sociedade urbana” da cidade.





    ver novidades sobre o projecto »

  • P7. CEFAS

    Apesar das obras de conservação realizadas pelo CEFAS, neste momento, e porque as exigências se alteram e multiplicam, torna-se importante a remodelação no edifício, de modo a colmatar necessidades dos serviços que alberga no seu espaço.

    O CEFAS (Centro de Formação e Assistência Social), propriedade da Fábrica da Igreja Paroquial da freguesia de Águeda, tem como finalidades: o serviço assistencial (“refeições diárias a necessitados”), a formação na área cultural, especialmente de jovens; o apoio a estudantes portadores de maiores dificuldades na aprendizagem, bem como acompanhamento psicológico; e existência de espaços para usufruto do público juvenil - CNE (Corpo Nacional de Escutas) e Solis - Grupo de Jovens da Paróquia de Águeda. O CEFAS dispõe de um auditório onde se desenvolvem conferências e colóquios, espectáculos e outras acções que possibilitam a consciência da cidadania numa sociedade democrática. A unidade de apoio à vítima também será aqui instalada.

    Actualmente, revela-se importante para a continuidade do projecto, criar novos espaços que permitam actividade dos jovens, especialmente o CNE (Corpo Nacional de Escutas), o Solis - Grupo de Jovens da Paróquia de Águeda e o acompanhamento de estudantes com dificuldades. Para além da possibilidade de atendimento mais alargado e condigno das famílias que diariamente procuram apoio e assistência material, social e psicológico.

    Este projecto visa assim procedera a melhoramentos tais como a criação de novos espaços assim como a qualificação e rearranjo de espaços existentes.






    ver novidades sobre o projecto »

  • P8. Espaço multifunções de Águeda

    Águeda apresenta-se como um concelho onde o associativismo desportivo apresenta algum relevo, prova do qual são as cerca de 30 associações desportivas existentes (embora o número de associações com a componente desportiva inserida com outras seja muito superior), sendo que destas se destaca o GICA, o qual é já um clube centenário em Águeda e que apresenta um papel muito importante na cidade.

    Os objectivos para esta intervenção são diversos, passando pela valorização de um equipamento desportivo já existente e que desempenha um papel fundamental para a pratica desportiva na cidade, até à criação de um espaço moderno e multifuncional que possa receber as mais variadas provas desportivas a nível nacional, e, até mesmo internacional (por exemplo em complemento ao Campeonato Mundial de Motocross), com condições óptimas para equipas e espectadores. Por outro lado, a criação deste pavilhão desportivo será uma forte mais-valia para a animação da zona baixa da cidade, como igualmente será um catalisador, conjuntamente com a requalificação que se pretende levar a efeito no Largo 1º de Maio e Zona Ribeirinha, da requalificação urbana da cidade.

    O pavilhão do GICA é ainda palco preferencial para a realização de eventos desportivos de outras colectividades e modalidades. Para suporte de todas estas actividades, o GICA dispõe de um pavilhão e um Crossódromo que com muita dificuldade têm vindo ao longo dos anos a ser infra estruturado de forma a poder receber provas do Campeonato do Mundo. Contudo, as actuais instalações do GICA encontram-se num estado degradado, sendo que não existem igualmente, outras infraestruturas deste tipo na cidade, sendo por isso essencial a sua recuperação.

    Este projecto contempla:
    - A recuperação das infra-estruturas do pavilhão GICA, onde se contempla a recuperação e
       reconversão do actual pavilhão do GICA, dotando-o de modernas condições para a prática do
       deporto, quer para modalidades amadores (sendo que já hoje é utilizado para estas funções),
       quer para modalidades profissionais (inclusivamente em termos de desportos motorizados
       indoor de duas rodas). Prevê-se que o projecto possa contemplar a inserção no pavilhão de
       três campos de jogos paralelos, em contraponto à sua actual disposição, mais tradicional de
       apenas um campo central.
    - O desenvolvimento do Plano de Actividades do GICA, promovendo actividades desportivas e
       demonstrações culturais, e mantendo o impulso significativo como Clube desportivo e
       organizador.

    Parceiros:
    - Ginásio Clube de Águeda – GICA

    ver novidades sobre o projecto »

  • P9. Rede de Espaços Públicos da Cidade de Águeda

    A beneficiação das áreas centrais da cidade de Águeda pretende resolver o problema do mau estado dos arruamentos, aumentando a segurança e comodidade da circulação no local e criando melhores condições de mobilidade, privilegiando os peões e a fruição do espaço público, bem como dotá-las de melhores condições de iluminação pública e de segurança.

    Pretende este projecto:
    - Qualificar o espaço a rede de espaços públicos da Cidade, os quais desempenham um papel
       particular na formação da Cidade;
    - Reconversão dos principais espaços públicos do centro de Águeda;
    - Promover a articulação do património edificado com a sua envolvente natural.

    A melhoria dos espaços públicos é condição de partida para a regeneração urbana da cidade. Atendendo ao valor histórico e social dos elementos, este projecto revela-se um importante complemento para a regeneração da Cidade de Águeda uma vez que funcionam como espaço de usufruto directo da população.

    Parceiros:
    Câmara Municipal de Águeda


    O projecto contempla:

    P9.01 Requalificação Largo 1º de Maio e bares


    O largo 1º de Maio, ou largo do Botaréu apresentou-se desde sempre como um dos espaços de maior primazia da cidade, sobretudo durante o século XIX e XX, quando o rio ainda apresentava uma importância significativa do ponto de vista socioeconómico para o concelho, com a movimentação de matérias primas a ser realizada por via fluvial.

    Contudo, este espaço foi-se degradando e perdendo importância. Assim, o projecto agora elaborado aposta na recuperação e requalificação das margens do Rio Águeda no Largo 1º de Maio, com a construção de duas plataformas, uma mais reduzida junto ao espelho de água e outra ao nível da praça, que permitirão um maior contacto com o rio, e também a reconversão de toda a zona envolvente, com a alteração dos espaços verdes (rearborização, criação de manchas verdes e de áreas linhas de água) e com a introdução de pequenos equipamentos (jardim infantil, campo de jogos), criando toda uma nova dinâmica funcional e cultural.

    Serão ainda instalados bares/restaurantes que contribuam para a animação nocturna deste local (e que serão explorados por privados), os quais rematarão o espaço do Largo 1º de Maio, retirando-lhe os efeitos nocivos decorrentes da estrada de ligação a Á-dos-Ferreiros, que o confina a nascente.




    ver novidades sobre o projecto »

  • P10. Programa de desporto e bem-estar de Águeda

    Numa sociedade com estilos de vida cada vez mais sedentários, reconhece-se a grande importância do desporto para a saúde física, mental e social, capacidade funcional e bem-estar de indivíduos e comunidades. Torna-se importante desenvolver programas que considerem as necessidades e possibilidades da população, com o objectivo de integrar a actividade física ao dia-a-dia de todas as faixas etárias e em todos os sectores sociais - mulheres, idosos, trabalhadores e portadores de deficiências.

    Em Águeda, pretende-se criar um programa de análise, diagnóstico e acção para a promoção e dinamização de intervenção centrada no desporto e no bem-estar, organizando calendários temáticos relacionados com as diversas actividades desportivas.

     

    Este projecto tem como objectivos:


    - Melhorar a qualidade de vida e estimulo à apropriação dos novos espaços da cidade, em
       especial a zona ribeirinha e as pistas cicláveis;
    - Democratizar a prática de desporto, contribuindo para a existência de momentos de convívio e
       sociabilização;
    - Animar e dinamizar desportivamente a Cidade de Águeda, através de um programa de
       intervenção claramente direccionado para o bem-estar social e qualidade de vida;
    - Garantir a utilização integrada e continuada das infra-estruturas desportivas e dos espaços
       urbanos;
    - Garantir uma agenda de eventos associado ao Desporto, envolvendo as associações
       desportivas locais e fomentando a actuação integrada das diversas entidades ligadas ao
       sector desportivo
    - Promover a prática regular de actividades físicas e desportivas, contribuindo para a
       promoção de estilos de vida activos.

    Este projecto contempla:


    - A Identificação de parceiros públicos e privados para o desenvolvimento dos programas de
       intervenção e estabelecimento de protocolos de colaboração com as associações desportivas
       locais para a construção de um calendário de eventos desportivos, que contemple actividades
       organizadas e não organizadas;
    - A Criação de um Programa de Animação sustentado no sector do “bem-estar” com actividades
       ao longo de todo o ano (realização de actividades regulares para promover a cultura do “bem-
       -estar”), incluindo o contacto com a natureza, prática desportiva, saúde preventiva,
       alimentação saudável, etc., com diferenciação de públicos alvo (idosos, famílias, jovens);
    - A Promoção da actividade física e desportiva, saúde e bem-estar através de campanhas de
       sensibilização para a prática das actividades físicas e desportivas deve-se tentar inverter a
       situação de sedentarismo instalada em algumas camadas da sociedade aguedense. Para
       obter resultados mais positivos e duradouros, a campanha deve procurar envolver todos os
       grupos sociais e etários.

    Parceiros:
    - Santa Casa da Misericórdia de Águeda
    - Câmara Municipal
    - IPSS
    - Escolas




    ver novidades sobre o projecto »

  • P11. Espaço CIDADE

    Este projecto visa a reabilitação do antigo Dispensário localizado na envolvente do Hospital de Águeda. Na génese da reabilitação do “Espaço CIDADE” está a implementação de um conjunto integrado de acções que permita aos aguedense desenvolver maiores oportunidades de participação, materializadas em assembleias de discussão/reuniões.

    Este será também o espaço preferencial para a realização das diversas iniciativas da Estrutura de Implementação do Programa de Acção. A estratégia definida assume a necessidade do envolvimento da população. O Espaço CIDADE assume-se como um veículo de participação de toda a comunidade na construção do futuro e melhoria do Município. Neste sentido, aposta-se na participação através de iniciativas periódicas nas quais sejam discutidos problemas concretos do Concelho e os papéis dos diferentes agentes na sua resolução.

    O Espaço CIDADE tem como objectivos específicos:
    - Comunicar o Programa de Acção de Águeda;
    - Criar ciclos de participação desenvolvidos em edições anuais com disponibilização
    permanente de informação e resultados;
    - Promover acções abertas de discussão, disseminação e sensibilização;
    - Estimular a cidadania e o sentido de pertença na Cidade e no Concelho de Águeda;
    - Mobilizar, promover a responsabilização e participação dos aguedenses;

    Em suma, este projecto visa permitir que cada aguedense possa discutir, reflectir, responsabilizar, resolver os problemas e beneficiar das oportunidades criadas pelas Parcerias para a Regeneração Urbana.

    ver novidades sobre o projecto »

     

  • P12. Programa de dinamização da Parceria

    O P12 assume a animação da parceria local. A parceria criada é, antes de mais, um compromisso de todos para com a estratégia integrada de desenvolvimento. Os objectivos gerais do “Pro@gueda” são a criação da Estrutura de Apoio Técnico a execução do Plano de Divulgação e Comunicação; a criação do Posto de Informação PRO@GUEDA.

    São assim objectivos específicos deste projecto:
    - Gestão dos projectos de cariz material e imaterial;
    - Dar a conhecer as potencialidades e oportunidades do Programa de Acção em execução e a
       animação da parceria, através de uma divulgação abrangente, de modo a contemplar um
       maior número de pessoas, dando enfoque à informação sobre a execução das intervenções,
       incidindo na apresentação de resultados globais objectivos.
    - Aumentar o sentimento de auto-estima e de pertença da população do centro urbano de
       Águeda;
    - Aumentar a atractividade da cidade de Águeda;
    - Envolver e mobilizar a população e os diferentes agentes locais no programa de regeneração e
       na estratégia de competitividade urbana;
    - Assegurar que a informação sobre a Parceria para a Regeneração Urbana em execução seja
       clara e acessível a todos os parceiros e residentes;
    - Aumentar a notoriedade de Águeda, procurando manter presença na agenda mediática e
       informativa da Cidade e da Região.
    - Garantir a utilização integrada e continuada das infra-estruturas;
    - Permitir o acesso às novas tecnologias de informação

    Parceiros:
    Câmara Municipal de Águeda





    ver novidades sobre o projecto »