Passar para o Conteúdo Principal Top
Hoje
Máx C
Mín C

Aldeia Pedagógica do Milho Antigo

Macieira de Alcôba

É uma das aldeias mais características do concelho de Águeda e da Serra do Caramulo. Rica em património arquitetónico e natural, tradições culturais, etnografia e beleza paisagística, apresenta-se como um espaço privilegiado para atividades ao ar livre, mantendo o contacto com as tradições e património local.

Foi com base neste rico património que o Município de Águeda desenvolveu, em conjunto com a população local, projetos de valorização da aldeia e espaço envolvente, dos quais são bons exemplos, o restaurante “A Escola” e a rede de percursos pedestres (PR3 – trilho da aldeia e PR 4 – trilho das terras de granito).

Imbuído nesta dinâmica, surge o projeto “Macieira de Alcôba – Aldeia Pedagógica do Milho Antigo”, um projeto que visa o desenvolvimento do turismo sustentável.

Folheto Macieira de Alcôba

O projeto “Macieira de Alcôba – Aldeia Pedagógica do Milho Antigo”

Este Projeto surgiu da vontade d Município com a dos residentes, entidades e organizações locais, na promoção de uma marca associada ao milho antigo e às suas tradições, alicerçada na sua preservação e valorização, cujo cultivo é cada vez mais raro.

Neste âmbito, foi criado o Centro Interpretativo da Aldeia do Milho Antigo, que se desenvolve no antigo edifício paroquial e no edifício da Junta de Freguesia de Macieira de Alcôba, contando este com uma exposição permanente que permitirá a compreensão integral da paisagem, arquitetura e território, cultura material e imaterial tradicional associada ao milho antigo. Uma parte deste Centro Interpretativo é dedicado ao público infanto-juvenil, onde é contada a história do personagem Grãozinho Milhão, herói na defesa da genética do milho antigo, e onde as crianças de diversas idades são convidadas a conhecer o milho desde a sua escala macro (plantação) até à escala micro (ADN). O núcleo de exposição dispõe de diversos recursos materiais, ricos em conteúdos pedagógicos, com atividades diversificadas e facilmente adaptáveis a programas escolares e às diversas faixas etárias, onde as fichas pedagógicas são uma importante componente de apoio à visitação e consolidação de conhecimentos.

Importa destacar ainda a recriação de uma típica loja antiga de aldeia, bem como a recuperação de algumas estruturas e alguns engenhos locais associados à cultura do milho, como moinhos e a moinhola da aldeia, que permitem melhor interpretar as antigas técnicas de moagem de cereais, nomeadamente o milho antigo que foi em tempos essencial na atividade agrícola e no tecido económico da zona serrana em que se insere Macieira de Alcôba.

Este é um dos principais projetos que tem contribuído para a melhoria da sustentabilidade das populações locais: surgiram novos projetos associados ao turismo rural, foram recuperadas antigas casas da aldeia, criados novos postos de trabalho. IMPORTANTE: foram usados materiais locais bem como, sempre que possível, recorreu-se a mão-de-obra da aldeia!

A par com este projeto surge a Estação de Biodiversidade de Macieira de Alcôba, constituída por um pequeno percurso de cerca de 2 km, onde é possível observar pormenores da rica biodiversidade local associada a diversos habitats característicos (como pomares, hortas, campos em pousio, plantação de milho, choupal ou pinhal). Esta encontra-se integrada na Rede Nacional de Estações de Biodiversidade, a primeira da região, estando toda a informação relativa a esta Estação em permanente atualização no site Biodiversity for All.

Horário do Centro Interpretativo

Descubra a aldeia de Macieira de Alcôba, as suas memórias desde a Idade Média, a evolução da ocupação da terra, os regadios, eiras, espigueiros, engenhos e construções com que o milho moldou a paisagem tradicional. Conheça os trabalhos do milho e tradições locais, nos seus aspetos materiais e simbólicos. Passei pelos percursos e pontos de interesse e encontre, a cada canto, a presença dominante do milho antigo nesta fantástica aldeia.