Passar para o Conteúdo Principal Top
Hoje
Máx C
Mín C

Sensibilização para as alterações climáticas “circulou” em Águeda

Circular2 1 1024 2500
20 Janeiro 2021

Sessões, que aliaram a educação ambiental e a cultura, decorreram nas instalações do antigo IVV e levaram as crianças numa viagem espacial

“O astronauta em Missão – Vamos Curar a Terra” foi o tema de fundo de uma ação de sensibilização para as alterações climáticas, que decorreu nas antigas instalações do IVV (Instituto da Vinha e do Vinho). Dirigida ao público infantojuvenil e durante seis sessões, Luís Silva deu voz a um astronauta que proporcionou às crianças uma viagem espacial… e especial.

Estas sessões foram implementadas no âmbito do projeto “Circular”, da autoria do contador de histórias, vencedor do concurso de ideias “Agentes de Mudança”, promovido pela Câmara Municipal de Águeda, no âmbito do projeto europeu C-CHANGE (programa URBACT).

Através de uma história – baseada no livro “Vamos Curar a Terra”, de Julian Lennon – os participantes foram sensibilizados para as mudanças que se registam no clima terrestre e as suas implicações. O protagonista era um astronauta que, com arte e muito riso, conduziu o público numa viagem espacial, dinâmica e interativa, proporcionando aos participantes uma experiência imersiva e única.

Educação ambiental e apelo para que cada um seja um “agente de mudança” foi o foco central desta iniciativa, que alertou para as preocupações ambientais de uma forma artística e lúdica, aliando a cultura à difusão científica. No final das sessões foi atribuído a cada participante um emblema “Agente de Mudança”, representativo do compromisso assumido de adoção de comportamentos mais amigos do ambiente e à missão de salvar um planeta que é de todos.

Refira-se que esta ação integra o já referido projeto europeu, que visa mobilizar, em Águeda, os setores de arte e cultura para realizar iniciativas locais com o objetivo de reduzir as emissões de CO2 e sensibilizar a comunidade para as alterações climáticas. Um tema que é defendido pela Câmara de Águeda nas suas várias políticas e estratégias de atuação, “implementando medidas, em diferentes setores, com vista à mitigação das alterações climáticas e à promoção da sustentabilidade”, disse Edson Santos, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Águeda, dando como exemplos o Plano de Adaptação às Alterações Climáticas para o concelho ou ainda as intervenções em rios e ribeiras e todas as ações de sensibilização e educação para a comunidade.

Uma estratégia e modelo de atuação que permitiu a Águeda ser reconhecida, pelo segundo ano consecutivo, como um dos 100 melhores destinos sustentáveis do mundo e ser destacada pelo organismo internacional CDP como uma das 88 cidades mundiais líderes climáticas.

 

circular