Passar para o Conteúdo Principal Top
Hoje
Máx C
Mín C

Projeto Europeu C-Change reuniu em Águeda

Dsc 0514 1 1024 2500
16 Julho 2019

Decorreu entre os dias 4 e 6 de julho, em Águeda, uma reunião transnacional no âmbito do projeto europeu C-Change, através do qual a cultura assume um papel ativo na luta contra as alterações climáticas, do programa URBACT. Estiveram presentes representantes do Município e do Grupo Local de Águeda, assim como dos demais parceiros: Manchester (Reino Unido), Wrocław (Polónia), Mântua (Itália), Šibenik (Croácia) e Gelsenkirchen (Alemanha).

A Manchester Arts Sustainability Team (MAST) é uma rede de 30 organizações que foi criada em 2010 para permitir que o setor artístico e cultural de Manchester (Reino Unido) contribua para as metas de mudanças climáticas da cidade. Em 2016, os membros do MAST participaram do Manchester Climate Lab, um programa de atividades experimentais para testar diferentes técnicas de incentivo e inspiração para as pessoas agirem sobre as mudanças climáticas. Com base nesse programa de sucesso, surge o projeto C-Change, liderado por Manchester, cujo principal objetivo é replicar o modelo desenvolvido por esta entidade, mobilizando em Águeda os setores de arte e cultura para contribuir com ações locais que visam a redução das emissões de CO2 e a sensibilização da demais comunidade para as alterações climáticas, em linha com o Plano de Adaptação às Alterações Climáticas do Concelho de Águeda.

DSC_0581_2
Na reunião de trabalho realizada, foi privilegiada a troca de experiências, boas práticas, desafios e oportunidades, entre outros aspetos de relevância para a sensibilização da comunidade para as alterações climáticas através de ações culturais. Neste sentido desenvolveu-se uma iniciativa artística de sensibilização ativa dos cidadãos para as alterações climáticas na área do bodypainting, executada por artistas de renome mundial, tendo por base a temática ambiental. Numa analogia ao tópico da contaminação e poluição das águas, pretendeu-se desenvolver a criação de vários painéis mediante a reutilização de materiais e lixo plástico, abordando desta forma outras temáticas como a importância da redução da produção de resíduos, a diminuição da utilização do plástico e até mesmo a economia circular. Esta ação é cofinanciada pelo projeto C-Change. Ainda houve a oportunidade para mostrar toda a dinâmica da cidade, durante o mês de julho, aquando da realização do Festival AgitÁgueda.

Edson Santos, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Águeda, refere: “A implementação de medidas de mitigação e adaptação às alterações climáticas depende da atitude proativa de cada um de nós e nesse sentido, é essencial cultivar e fomentar uma atitude cívica de respeito pelo meio ambiente, através do envolvimento dos agentes e comunidades locais em iniciativas de cariz turístico e cultural. Reitera ainda que a Câmara Municipal está atenta ao tema e procura dinamizar ações e projetos que alertem para a maior ameaça ambiental do século XXI.”

Para obter mais informações sobre o projeto C-Change, pode fazê-lo através dos seguintes e-mails: cultura@cm-agueda.pt ou sustentabilidade@cm-agueda.pt.