Passar para o Conteúdo Principal Top
Hoje
Máx C
Mín C

Cruzeiro da Trofa

Crz trofa a 1 725 9999 1 1024 2500

Cruzeiro da Trofa

Designação: Cruzeiro da Trofa

Localização: Aveiro, Águeda, Trofa

Descrição: Planta quadrangular. Soco quadrangular elevado com marcações nos ângulos em pedestais e acesso único por escadaria de três degraus. Templete sustido por quatro colunas toscanas de base simples com estilóbata, fuste liso e capitel marcado por gola, entablamento desenvolvido de molduras simplificadas e friso corrido e cobertura cónica ligeiramente abaulada em arestas vivas e coroada por pináculo de remate triangular. Cruzeiro interior erguido sobre degrau escavado, pedestal quadrangular com faces molduradas, base e fuste interrompido onde se crava crucifixo desproporcionado.

Época construção: Séc. XVII

Cronologia: Séc. XVII, 1ª metade - Época provável de construção; Séc. XX - Construção dos degraus de acesso.

Tipologia: Arquitetura religiosa, maneirista. Cruzeiro maneirista, de templete, aberto. Modelo tipificado e muito desenvolvido a partir de Quinhentos e por todo o Séc. XVII e XVIII, encontrando claras afinidades regionais com modelos seus contemporâneos como os de Ramdam (Águeda), São João de Loure (Albergaria-a-Velha), São Lourenço do Bairro (Anadia) e Assafarge, Abrunheira e Botão, estes últimos na região de Coimbra.

Características particulares: A sua particularidade resulta da estranha combinação do crucifixo, de tamanho anormal cravado em meia coluna.

Materiais: Calcário (templete), granito (degraus) e madeira (crucifixo).

Bibliografia: GONÇALVES, Nogueira, Inventário Artístico de Portugal. Distrito de Aveiro, VI, Lisboa, 1959, pág. 43.

Intervenção realizada: Séc. XX - Colocação dos degraus que dão acesso ao cruzeiro.