Passar para o Conteúdo Principal Top
Hoje
Máx C
Mín C

Pelourinhos

 

Pelourinhos

“Padrões ou Símbolos da Liberdade Municipal”

Os pelourinhos (também denominados de "picotas") são monumentos que testemunham a antiga organização municipal e social do país, sendo ainda símbolos de aplicação da justiça. Simbolizavam a autoridade e uma certa independência face ao poder régio, os pelourinhos, exprimiam de certo modo o querer e a vontade "independentista" das populações locais, face ao poder centralizador dos monarcas.

"Era...o distintivo da jurisdição de um concelho e da sua autonomia municipal."
TORRES (1990)

Todos os concelhos outrora instituídos, e atualmente englobados no território Aguedense, deverão ter possuído o seu pelourinho, porém, hoje apenas se conhece a existência de quatro ou parte deles, que são os de: Aguada de Cima, Assequins, Trofa e Serém.

Dos pelourinhos desaparecidos, segundo LADEIRA (s.d.), o do Brunhido (desaparecido no início do século XX) erguia-se em local onde hoje se encontra um cruzeiro, e, o de Segadães, ainda existia no século XIX. Já o de Recardães, de acordo com CAPÃO (2001) “Somente o seu plinto se pode observar no Rossio da Fonte, no lugar do Souto, junto às antigas instalações da Câmara.”