Passar para o Conteúdo Principal Top
Hoje
Máx C
Mín C

"Eu metia as mãos na água", no Centro de Artes de Águeda

14 Dez a 12 Jan
Adicionar a calendário 2018-12-14 12:05:00 2019-01-12 12:28:00 Europe/Lisbon "Eu metia as mãos na água", no Centro de Artes de Águeda Evento
"Eu metia as mãos na água", no Centro de Artes de Águeda

O desenho faz parte de um pensamento visual que move o trabalho do artista. A obra de arte nasce como uma interação entre visão e pensamento, sendo corporizada grande parte das vezes através do recurso a este meio de registo.
Ao longo da história da arte verificou-se que o desenho foi sendo relegado para um segundo plano, tido como um mero registo preparatório e que não deveria ser partilhado. Todavia e com o decorrer da década de sessenta, assistimos a uma alteração deste paradigma e ele - o desenho - adquire uma maior relevância, sendo-lhe conferido um estatuto idêntico ao da pintura ou da escultura, por exemplo.
As imagens desencadeiam processos no nosso cérebro que as palavras não reconhecem. Desenhar não é apenas um processo artístico, é também pensamento.
Desenhar é apropriar-se da realidade, dar-lhe forma.
O desenho é uma das formas mais antigas e perfeitas de interpretação e criação do mundo.
Este é o mote para um conjunto de exposições designadas por “O Desenho como Pensamento” em que os diversos artistas convidados, distintos na sua linguagem conceptual, privilegiam o desenho na sua obra.

Curadoria: Alexandre Baptista

 

convite-exposicao

Sala Estúdio | Todos os públicos | Entrada Livre