Passar para o Conteúdo Principal Top
Hoje
Máx C
Mín C

Arte de Rua e instalações artísticas animam Águeda no fim de semana

Arte3 1 1024 2500
13 Julho 2020

Águeda continua a surpreender quem a visita. E o fim de semana passado foi disso exemplo, com a disponibilização ao público de duas instalações artísticas, uma no Largo 1.º de Maio e outra no rio Águeda, entre o Posto de Turismo e o IVV – Instituto da Vinha e do Vinho. Para além destas instalações, houve a apresentação de uma reflexão artística por parte dos residentes do AgitLAB, um laboratório de experimentações artísticas contemporâneas.
Uma mesa, duas cadeiras, um candeeiro e uma boneca, representando a figura de uma mulher. Ao lado, uma cama em ferro gigante. Esta é a instalação artística que, até final do mês, pode ser vista no Largo 1.º de Maio, na baixa da cidade de Águeda. Com cerca de 7,30 metros de altura, a instalação representa uma mulher sentada à mesa, contemplando o vazio, como se estivesse a aguardar, pacientemente, pelo regresso à normalidade.
“Esta mulher representa qualquer um de nós, cidadãos comuns, profissionais de saúde, voluntários de IPSS, bombeiros e outros profissionais, que aguardamos que a vida deixe de estar condicionada e possamos retomar, em segurança, todas as atividades e vivências de antes”, disse Edson Santos, Vice-Presidente da Câmara de Águeda, acrescentando que este ano o AgitÁgueda reinventa-se, apresentando-se diferente, sem multidões, mas com a mesma criatividade e inovação.

AgitÁgua percorre Rio Águeda
Apesar das medidas de segurança e de restrições sociais, os residentes do agitLAB continuam a fazer as suas criações artísticas e a experimentar em laboratório novas visões sobre a região. Os artistas tinham o desafio de criarem uma resposta criativa adequada às atuais circunstâncias, sempre com a arte em movimento e foi o que apresentaram no sábado, ao final da tarde.
Na parada aquática, designada de agitÁgua, os artistas criaram estruturas em bamboo, com as quais percorreram parte do rio Águeda, na marginal da cidade, lembrando os processos de sustentabilidade ambiental promovidos em Águeda.
O grupo de artistas esteve também no Largo 1.º de Maio onde realizou uma atividade simbólica ligada a esta temática, com alguns elementos, que representavam seres de outros mundos, a recolherem amostras de resíduos do nosso planeta.

Escultor inglês faz barco metálico
Em mais uma reflexão sobre o território, nesta mesma linha de atuação, tendo o ambiente e a sustentabilidade como pano de fundo, um dos residentes artísticos do agitLAB criou uma escultura que dedicou ao Município. Samuel Zealey criou um barco metálico que flutua no rio Águeda, entre o Posto de Turismo e o IVV e que poderá ser apreciado até setembro, altura em que irá ser transportado para o Parque Municipal da Alta Vila.
Os trabalhos do artista inglês, que já venceu vários prémios, podem ser encontrados em todo o Reino Unido e agora em Águeda.

 

arte5

arte

arte6