Passar para o Conteúdo Principal Top
Hoje
Máx C
Mín C

Águeda assina Pacto para a Valorização da Economia Circular

Image 139 1 1024 2500 1 1024 2500
09 Junho 2020

“Valoriz@r-te: Projeto de Intervenção Urbana”, “Águeda Sm@art City Lab: resíduos com valor!” e “Águeda + Sustentável: ações para a valorização da economia circular” são os programas que estão a ser implementados em Águeda nesta área

A Câmara Municipal de Águeda acaba de assinar o Pacto para a Valorização da Economia Circular com a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), no qual inscreveu três programas de ação que estão a ser desenvolvidos no concelho: “Valoriz@r-te: Projeto de Intervenção Urbana”, “Águeda Sm@rt City Lab: resíduos com valor!” e “Águeda + Sustentável: ações para a valorização da economia circular”.
“São projetos que a Câmara de Águeda já desenvolve na sua área de ação, mas que agora integram este pacto com a CCDRC, contribuindo para a implementação da Agenda de Economia Circular do Centro”, refere Jorge Almeida, Presidente da Câmara de Águeda, salientando que a preocupação com a sustentabilidade, pressuposto de uma Agenda de Economia Circular, tem norteado a atuação da Câmara de Águeda desde há vários anos.
De fato, essa preocupação já permitiu que a Autarquia tenha vencido, no ano passado, o “Best of Europe”, um prémio que reconhece as melhores práticas ao nível do turismo dos destinos sustentáveis e o LivCom Awards, sendo reconhecido internacionalmente como um dos melhores municípios para viver.
“É esta atitude e aposta que nos distinguem e nos tornam uma referência local, nacional e até internacional”, reforça Jorge Almeida, destacando a importância que todos temos de dar para a valorização dos nossos recursos, sejam hídricos, ambientais ou urbanos.
O pacto agora assinado com a CCDRC, que pretende divulgar o que de mais original e inovador se faz na região em termos de economia circular, enfatiza iniciativas que tenham sido recentemente desenvolvidas e/ou implementadas, ou que estejam a ser preparadas para este ano e até junho de 2021.
Como já mencionado, uma das ações que está a ser implementada em Águeda é o “Valoriz@r-te: Projeto de Intervenção Urbana”, que tem como objetivo aumentar a sensibilização da comunidade para a redução e reutilização de materiais, que será concretizado com a elaboração de pelo menos duas instalações de arte urbana criadas a partir de resíduos.
Está também a ser implementado o projeto “Águeda Sm@rt City Lab: resíduos com valor”, que pretende aumentar a sensibilização da comunidade e as taxas de valorização, que, em concreto, passará pela instalação de uma máquina de recolha seletiva de resíduos e dinamização de, pelo menos, um Ecoevento.
Promover o Programa “Águeda + Sustentável: ações para a valorização da economia circular”, que visa o envolvimento de todos os agrupamentos escolares (e demais comunidade) e dinamização da sua criatividade, passará pelo envolvimento de 14 turmas em ações de sensibilização.
A CCDRC, no âmbito deste pacto, compromete-se a coordenar e dinamizar a Agenda de Economia Circular do Centro em estreita articulação com a estratégia de desenvolvimento regional, assegurando a cobertura de toda a região e equilibrando objetivos de competitividade regional e de coesão territorial. Será a este organismo que caberá a responsabilidade de operacionalizar instrumentos para o financiamento de ações no âmbito do período de programação 2021-2027.
Assegurar que as participações em projetos internacionais e comunitários relacionados com a economia circular permitam a transferência de conhecimento para a região das melhores práticas internacionais e europeias nesta matéria, dinamizando, por essa via, a participação e internacionalização do maior número possível de entidades regionais é outro pressuposto do pacto assinado.