Passar para o Conteúdo Principal Top
Hoje
Máx C
Mín C

Centro de Juventude dinamiza seminário EEA Grants

Seminario 1 1024 2500
30 Janeiro 2020


Encontro teve por objetivo dar a conhecer a linha de financiamento europeia e promover a troca de experiências

O Centro de Juventude de Águeda dinamizou, ontem, no Salão Nobre da Câmara Municipal, um seminário sobre a linha de financiamento EEA Grants, onde foi possível apresentar este instrumento financeiro e conhecer testemunhos reais de quem já fez parte deste tipo de projetos. Incluído no Programa Cidadãos Ativos, este encontro contou com a presença de três oradoras: Lúcia Santos, da Fundação Bissaya Barreto; Caroline Tissot, da International Development Norway; e Ana Moutas, Coordenadora do Centro de Juventude de Águeda.
Elsa Corga, Vereadora da Educação da Câmara de Águeda, que presidiu à sessão, sublinhou que este seminário permitiu conhecer “os resultados dos projetos e as oportunidades que vão surgindo” e consubstanciou, ainda, uma “oportunidade para se promover a troca de experiências nesta área”.
Ana Moutas reforçou que o Centro de Juventude de Águeda tem por missão desenvolver projetos que capacitem os jovens a vários níveis, pelo que o contato que é proporcionado com outras realidades europeias é uma mais-valia para o crescimento pessoal, social e até linguístico dos jovens, apontou a Coordenadora daquele espaço.
Fazer ação local e ter impacto social são duas características que norteiam o trabalho desenvolvido pelo International Development Norway – financiador deste programa – que, segundo Caroline Tissot, tem como foco central a sustentabilidade. A representante norueguesa lembrou a visita feita a Águeda, no ano passado, aquando do AgitÁgueda, tendo ficado impressionada com o ambiente da cidade, onde “a arte norteia tudo o que é feito” e é perceptível o “ambiente de possibilidades amplo e rico” que se vive em Águeda.
Refira-se que o EEA Grants, criado no âmbito do acordo do Espaço Económico Europeu, é um mecanismo financeiro plurianual, que foi criado para promover um contínuo e equilibrado reforço das relações económicas e comerciais. Com base nesta linha de financiamento, a Islândia, o Liechtenstein e a Noruega procuram apoiar financeiramente os Estados-membros da União Europeia.
No seguimento deste mecanismo, o Programa Cidadãos Ativos foi criado na continuação do concurso para a gestão, em Portugal, do Active Citizens Found, um fundo destinado a Organizações Não Governamentais.
No sentido de fortalecer as relações bilaterais com os países financiadores, está aberto, em permanência (julho 2018 a junho 2023), um concurso para iniciativas de Cooperação Bilateral, sendo neste contexto que surgiu a parceria entre o Centro de Juventude de Águeda e a International Development Norway.
O EEA Grants é cogerido, em Portugal, pela Fundação Calouste Gulbenkian e pela Fundação Bissaya Barreto.