Passar para o Conteúdo Principal Top
Hoje
Máx C
Mín C

Aprovação de Candidatura de Apoio Financeiro para a Destruição dos Ninhos da Vespa Velutina

Ninho 1 1024 2500
17 Outubro 2019

A Câmara Municipal de Águeda viu aprovada uma candidatura de apoio financeiro para a destruição dos ninhos da vespa velutina (vespa asiática), tendo obtido o montante máximo a atribuir a cada beneficiário, dez mil euros.
A medida insere-se no eixo de intervenção “Funções Ecológicas, Sociais e Culturais da Floresta”, do Fundo Florestal Permanente que visa apoiar financeiramente os municípios na tarefa de deteção e destruição dos ninhos de vespa velutina.
A Câmara Municipal através do SMPC tem ao longo dos anos tem encetado esforços no sentido de destruir todos os ninhos detetados, utilizando o método considerado mais recomendado, em função das suas características e localização, de acordo com as técnicas cumprindo todas as orientações e pressupostos técnicos indicados no “Plano de Ação para a Vigilância e Controlo da Vespa Velutina”, agora mais detalhado no ponto 5.3.1 do “Manual de Boas Práticas na destruição de ninhos de Vespa Velutina”.

Recorde-se que, a conhecida “Vespa Asiática” é um predador de abelhas e de outros insetos que, ao colocar em risco os recursos apícolas, surge como uma ameaça ao cumprimento pelos espaços florestais, da imprescindível função ecológica e, por consequência, agrícola e económica, que é a polinização das plantas.

No Município de Águeda o primeiro ninho alertado desta espécie foi um ninho primário, data de 16 junho de 2016, na Rua do Carril - Barrô. A partir desta data, a espécie tem evoluído de forma exponencial, por todas as freguesias do concelho, pelo que o número de ninhos validados e exterminados tem sofrido aumentos significativos:

• Ano 2016: 124 ninhos validados e tratados;
• Ano 2017: 454 ninhos validados e tratados;
• Ano 2018: 623 ninhos validados e tratados;
• Ano 2019: 445 ninhos validados e tratados (até 10/10/2019).

De salientar que cada vez mais a população está mais desperta para esta problemática e tem tido uma participação muita ativa na denúncia de ninhos, quer diretamente para o SMPC, quer a outras entidades que nos fazem chegar os alertas (Juntas de Freguesia, Bombeiros; GNR) e também através da plataforma SOSVespa.

 

apoio-vespasasiaticas