Passar para o Conteúdo Principal Top
Hoje
Máx C
Mín C

Município de Águeda recebeu reunião do projeto An@dromos

Img 20181107 130948 1 1024 2500
27 Novembro 2018

Decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho, uma reunião informativa, promovida pelo ICNF e a DGRM, em colaboração com o MARE da Universidade de Évora, destinada à sensibilização dos pescadores profissionais da bacia do Rio Vouga.

No dia 7 de novembro teve lugar no Salão Nobre dos Paços do Concelho de Águeda uma reunião destinada a pescadores profissionais da bacia do rio Vouga e Ria de Aveiro, na qual estiveram presentes cerca de 40 participantes. Esta reunião fez parte de um conjunto de sessões informativas enquadradas no projeto AN@DROMOS.PT.


No âmbito da gestão da pesca e dos recursos aquícolas, o ICNF tem vindo a promover, em colaboração com a DGRM e com o apoio do MARE e do IPMA, encontros com os pescadores profissionais dos principais cursos de água de Portugal Continental, com vista à apresentação e discussão das medidas de gestão a implementar e que são anualmente veiculadas através dos editais das zonas de pesca profissional.
Procura-se que exista harmonização dos normativos a aplicar nas águas interiores e nas águas sob jurisdição marítima, pelo que os pescadores profissionais de ambas as jurisdições são convidados a estar presentes nestas reuniões.


Na ocasião, os participantes foram ainda informados e sensibilizados para as ações que iriam ser implementadas a nível do concelho de Águeda, bem como outras intervenções a nível regional, no âmbito do projeto LIFE ÁGUEDA (LIFE16 ENV/PT/000411). O Município de Águeda é beneficiário neste projeto, o qual visa promover a renaturalização do curso dos rios Águeda e Alfusqueiro, pelo restabelecimento do continuum fluvial e restauro dos habitats ripários, apoiando a recuperação das populações da ictiofauna destas linhas de água.


Sobre esta reunião Edson Santos, vice-presidente da Câmara Municipal de Águeda, destacou a relevância da rede hidrográfica no território aguedense, tendo referido que: “Os recursos hídricos são de fundamental importância para a qualidade de vida das populações. Neste contexto, e conscientes de que os recursos aquícolas são finitos, devemos implementar políticas para a sua correta gestão, procurando desenvolver de forma sustentável a cadeia de valor constituída pela pesca profissional de espécies autóctones dos nossos rios.”