Passar para o Conteúdo Principal Top
Hoje
Máx C
Mín C

Associação Acreditar - "Projeto Aprender Mais"

Imgadvv 1 1024 2500
24 Outubro 2018

A doença oncológica e o seu tratamento introduzem alterações significativas no percurso de vida das crianças/jovens, interrompendo por longosperíodos de tempo a frequência escolar e um conjunto de experiências próprias desta etapa de vida.

A pensar nas crianças/jovens entre os 3 e os 18 anos que estejam em tratamento oncológico e não possam ir à escola, a Acreditar tem disponível um projeto gratuito de apoio escolar denominado Aprender +.Através deste projeto é possível minimizar o prejuízo no crescimento e desenvolvimento das crianças/jovens afetadas por esta doença dado que o apoio que recebem da escola não é, na maioria dos casos, suficiente para suprir as suas dificuldades de aprendizagem.

A Acreditar conta com o apoio do IPO de Lisboa e do Porto, do Hospital de S. João “Joãozinho”, do Hospital Pediátrico de Coimbra e do Hospital Dr. Nélio Mendonça na Madeira. Para além disso, com parcerias ao nível de instituições de ensino superior, a Porto Editora e a SIC Esperança.

Este projeto desdobra-se em 3 eixos:
Eixo1- Apoio lúdico-pedagógico ao domicílio dirigido a crianças em idade pré-escolar até ao 1.ºciclo;
Eixo 2- Apoio pedagógico através de recursos informáticos (ex. aulas por videoconferência)para jovens a frequentar o ensino do 2.º, 3.º ciclo e secundário;
Eixo 3- Ações de sensibilização na turma da criança/jovem.

Através destes 3 eixos pretende-se promover a estimulação de competências sociocognitivas e emocionais de modo a atingir com sucesso todas as metas curriculares e facilitar a inclusão e reintegração da crianças/jovens no seu contexto escolar durante e depois de finalizar os tratamentos.

Este projeto não pretende substituir o apoio da escola, nem o direito a medidas educativas especiais (conforme a Lei n.º71/2009), sendo apenas um apoio complementar na medida em que estimula as competências necessárias para um bom desempenho escolar. As sessões ocorrem entre 1 a 2 vezes por semana e têm a duração de 2h conforme a condição física da criança/jovem e as suas necessidades. Para cada criança/jovem é elaborado um plano individual de intervenção construído com a família e a escola e concretizado por voluntários da Acreditar com formação em educação de infância; ensino/ensino especial; psicologia e terapias das áreas de estimulação e do desenvolvimento infantil.


A Acreditar tem como objetivo estender o Aprender + a todo o território nacional até 2019, tornando-o acessível a qualquer criança/jovem independentemente da sua área de residência. Para que tal seja possível é necessário criar junto destes locais equipas de voluntários para apoio ao domicílio (eixo1) e constituir uma bolsa de voluntários nacional de modo a darem apoio online (eixo 2).

CONCLUSÃO
Perante a dor física, o sofrimento psicológico e o ambiente hospitalar, a criança fica privada de viver a sua vida e a sua escolarização de forma plena, daí a urgência de um projeto inovador e pioneiro como este em Portugal.

A emergência na implementação de um projeto com estas características a nível nacional torna-se uma mais-valia para o crescimento e o desenvolvimento pleno destas crianças/jovens bem como para a sensibilização da escola face ao cancro pediátrico.