Passar para o Conteúdo Principal Top
Hoje
Máx C
Mín C

Município de Águeda aprova Plano de Adaptação às Alterações Climáticas

Climaticas 1 1024 2500
12 Outubro 2018

O Município de Águeda no âmbito dos compromissos de sustentabilidade aprovados, nomeadamente na área ambiental, tem desenvolvido projetos, estudos, medidas e iniciativas com vista a prevenir e combater as alterações climáticas, sobretudo ao nível das emissões de Gases com Efeito de Estufa (GEE).

Águeda foi ainda um dos primeiros municípios a aderir ao Pacto de Autarcas e ao Mayors Adapt, assumindo desta forma, nacional e internacionalmente, o compromisso de agir. Como tal, e dada a vulnerabilidade do território Aguedense, tornou-se fundamental o desenvolvimento do Plano de Adaptação às Alterações Climáticas do Município de Águeda – PAAC Águeda, financiado pelo programa POSEUR (POSEUR-02-1708-FC-000024 – Plano de Adaptação às Alterações Climáticas do Município de Águeda – PAAC Águeda).
A estratégia de adaptação às alterações climáticas do concelho de Águeda vai ao encontro dos objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS) e da Agenda 2030, adotados pela quase totalidade dos países do mundo, no contexto das Nações Unidas. A estratégia de adaptação às alterações climáticas do concelho de Águeda responde, primordialmente, ao ODS 13 – Tomar medidas urgentes para combater a mudança climática e seus impactos, e a outros, tais como ao ODS 15 – Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade. A estratégia de adaptação às alterações climáticas do concelho de Águeda encontra-se ainda em linha com os planos municipais desenvolvidos e em curso, nomeadamente, como Plano Diretor Municipal (PDM), com o Plano de Ação para a Energia Sustentável (PAES), Planos de Emergência, Plano Municipal de Defesa da Floresta (PMDF), entre outros.
A Assembleia Municipal de Águeda aprovou, por unanimidade, na última reunião, realizada no dia 25 de setembro de 2018, o Plano Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas de Águeda. O PAAC identifica 10 medidas que integram um total de 40 ações a serem implementadas no município e teve como base um processo consultivo aos munícipes e técnicos de diversas entidades para a priorização de medidas nos projetos e ações a implementar.

As dez medidas de maior destaque para o município de Águeda são:
▪ Planos de gestão setoriais
▪ Melhorar o uso eficiente da água e reduzir desperdícios
▪ Promover o ordenamento e a sua gestão
▪ Operacionalização do plano municipal de defesa da floresta contra incêndios
▪ Rede de monitorização ambiental municipal e intermunicipal
▪ Gestão de áreas da rede fundamental de conservação da natureza
▪ Ordenamento e construção sustentáveis
▪ Dinamização de iniciativas de mobilidade sustentável
▪ Promoção da sustentabilidade energética
▪ Informação, sensibilização e capacitação para as alterações climáticas

Edson Santos, vice-presidente do Município e com o pelouro do Ambiente e Sustentabilidade, salienta que “o concelho de Águeda está agora preparado com uma ferramenta que tem como objetivo delinear ações de mitigação e de adaptação às alterações climáticas, contribuindo para aumentar a resiliência do território e das nossas populações. Contamos com todos!”

Veja o documento aqui.