Passar para o Conteúdo Principal Top
Hoje
Máx C
Mín C

Autarquia de Águeda participa em Reunião de Trabalho do Projeto Europeu "We Bike Together”

Img 20180221 141505 s 1 1024 2500
14 Março 2018

Decorreu entre os dias 20 e 22 de fevereiro, em Sant Feliu de Guíxols, Espanha, uma reunião de trabalho no âmbito do projeto "We Bike Together - Training and trail mapping in Europe", desenvolvido ao abrigo do Programa Erasmus+.

Estiveram presentes representantes do município, assim como os demais parceiros: Fondazione Per lo Sport Silvia Rinaldi (Itália), Play & Train (Espanha), National Sports Academy Vassil Levski (Sofia, Bulgária).

O projeto “We Bike Together – Training and trail mapping in Europe” tem a duração de dois anos (janeiro de 2018 a dezembro de 2019) e pretende promover atividades de voluntariado no desporto, a inclusão social, a igualdade de oportunidades e a consciencialização da importância da atividade física para uma melhor qualidade de vida, aumentado assim a participação e o igual acesso para todos ao desporto.

Sob o lema de Desporto para Todos, visa particularmente referência à deficiência física e ao uso de bicicletas adaptadas (incluindo handbikes, tandem e quad bikes), combatendo o sedentarismo e a exclusão social.

Ambiciona-se com a junção de sinergias:

- Reunir competências e conhecimentos sobre trilhos praticáveis nos países europeus envolvidos nesta parceria, com o intuito destes serem mapeados;

- Criar diretrizes sobre como pesquisar e mapear trilhos para pessoas com deficiência que pratiquem a modalidade de ciclismo;

- Treinar voluntários e definir procedimentos para efetuar um correto e adequado acompanhamento das pessoas com deficiências que praticam ciclismo adaptado.

A reunião de trabalho realizada integra o programa de troca de conhecimentos e experiências entre os parceiros e permitiu compartilhar regras de gestão e planos de avaliação de atividades para pessoas com deficiências, definindo estratégias de acesso e de valorização de trilhos para o público mencionado, partilhar conhecimentos sobre as práticas, metodologias de mapeamento já implementadas nos diferentes países da União Europeia e avançar com um mapeamento piloto, aliado às novas tecnologias.

No final do projeto em 2019, pretende-se que cada país desenhe e implemente pelo menos 5 trilhos adaptados, que possam ser utilizados por atletas profissionais e amadores, turistas do país e a própria comunidade, combinando desta forma o desporto, turismo e lazer.