Passar para o Conteúdo Principal Top
Hoje
Máx C
Mín C

Crossódromo Internacional de Águeda recebeu Grande Prémio de Portugal em Motocrosse

Homenagem ao corredor rui gonc alves com sedj joa o paulo rebelo pcm gil nadais e organizac a o da prova 1 1024 2500
03 Julho 2017

O Crossódromo Internacional de Águeda recebeu, com milhares de pessoas nas bancadas, no passado fim-de-semana (1 e 2 de julho), o Grande Prémio de Portugal em Motocrosse, com Antonio Cairoli (KTM) a vencer neste domingo, e a conseguir assim reforçar a liderança do Mundial 2017 de MXGP para 91 pontos de vantagem em relação ao belga Clemente Desaile (Kawasaki).

O Presidente da Câmara, Gil Nadais, esteve acompanhado pelo Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, nesta prova desportiva internacional. O autarca destaca “a importância estratégica desta prova desportiva para o nosso concelho, não apenas do ponto de vista desportivo, mas também turístico, e claro está, do que representa para a economia ligada à indústria das duas rodas, já que muitas empresas do concelho trabalham com estas marcas e equipas de fábrica, sendo fonte de avanço e desenvolvimento para a indústria das motos de todo-o-terreno.”

No regresso de Portugal ao calendário do Mundial depois de dois anos de ausência, Antonio Cairoli voltou a ser o melhor no arranque no Crossódromo Internacional de Águeda, assumindo a liderança da corrida da categoria rainha, seguido do alemão Max Nagl (Husqvarna) e do campeão mundial em título, o esloveno Tim Gajser (Honda).

Antes de estar cumprida a primeira volta, o holandês Jeffrey Herlings (KTM), vencedor da primeira corrida deste domingo, subiu ao terceiro lugar.

Após a segunda volta, o holandês era já segundo, tendo partido à procura do líder da corrida, mas o italiano foi sempre muito rápido e não permitiu a aproximação do piloto da KTM.

A vitória coube a Antonio Cairoli com 1.768s de vantagem sobre Herlings, com o lituano Arminas Jasikonis (Suzuki) a repetir o terceiro lugar conseguido na primeira corrida, a 38.744s do vencedor.

A Câmara Muncipal de Águeda apoia o Grande Prémio de Portugal, quer através da cedência do Crossódromo Internacional, quer através de um apoio financeiro de 75.000 euros, para além de apoio logístico na preparação da pista.

Houve ainda tempo para descerrar uma lápide em homenagem ao corredor português Rui Gonçalves, cerimónia que contou com o Secretário de Estado do Desporto e da Juventude, João Paulo Rebelo, o Presidente da Câmara, Gil Nadais, e a Organização da prova.

Sobre a Pista
Neste ano de 2017 a Capital do Motocross teve uma nova pista para que o MXGP tivesse novos aliciantes no regresso a Portugal. O muito público esperado encontrou um novo traçado em cerca de 50% dos 1.500 metros de uma das pistas mais belas e exigentes do calendário do mundial da especialidade.

Nas duas últimas semanas a associação organizadora Actib juntou ao seu grupo de trabalho o neo-zelandês Greg Atkins, o responsável durante muitos anos pelas pistas do campeonato do mundo e em conjunto com seis máquinas alteraram quase por completo o traçado após receberem também a opinião e conselhos de Rui Gonçalves.